sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Sábado o Circuito Autoral do Puxadinho apresenta Guilherme Meyer

Postado por Amanda Vettori em , , , | @mundodadinda
Acontece neste sábado, 18 de outubro, mais um show imperdível do incrível, músico e compositor Guilherme Meyer.

Se você estiver em Sampa neste final de semana, não deixe de conferir neste sábado no Circuito Autoral do Puxadinho.

Guilherme Meyer, já abriu shows de artistas como Tom Zé e Demônios da Garoa. Seu estilo é a música brasileira, e suas inspirações variam entre a música regional, clássica e o jazz.



Atualmente Guilherme Meyer, desenvolve trabalho autoral usando ritmos brasileiros com linguagem urbana. Baião, frevo, samba e chamamé são alguns dos ritmos do seu repertório. Neste show Guilherme apresenta músicas do seu primeiro disco “Entra na Dança”, e algumas músicas que estarão no seu segundo CD. Com grande atuação na cena musical, Guilherme abriu shows de artistas como Tom Zé e Demônios da Garoa, além de ter tocado em diversos teatros e casas de shows como Teatro de Arena, Memorial da América Latina, Teatro São Pedro, Teatro Plínio Marcos, Centro Cultural São Paulo, SESCs, entre outros.

Veja entrevista exclusiva de Guilherme Meyer para o Mundo da Dinda

Ouça Guilherme Meyer: https://soundcloud.com/guilherme-meyer 



FICHA: Guilherme apresenta músicas do seu primeiro disco “Entra na Dança”, e algumas músicas que estarão no seu segundo CD.
QUANDO: 
Sábado, 18/10 Show: Guilherme Meyer Abertura da casa: 19h Show 20h 
QUANTO: 
R$ 15,00 
ONDE: 
Espaço Cultural Puxadinho da Praça
Rua Belmiro Braga, 216, Vila Madalena
SAIBA +




Quando dar banho em seu cachorro

Postado por Amanda Vettori em , , , | @mundodadinda

 Dicas de frequência de banhos para cachorros 


 Banho, certamente esta é uma das dúvidas mais frequentes dos donos de cachorros de primeira viagem.

 Quando posso começar a dar banho no meu cachorro ? 



 É comum que este tipo de dúvida, surja assim que os proprietários de primeira viagem pegam seus filhotes de cães, ou seja, na época de vacinação. Neste caso, seria interessante considerar que os filhotes ainda são muito novinhos e qualquer variação brusca na temperatura de seus corpos, correrá o risco de desencadear alguma reação metabólica que poderá prejudicar na eficácia do resultado da vacina. Este tipo de reação afeta principalmente filhotes de cães de pequeno porte.

Portanto o que você acha de esperar para dar o primeiro banho umas duas semanas após a última dose da vacina? 


Eu sempre prefiro pecar por excesso! Inclusive, não recomendo que filhotes sem a vacinação completa saiam de casa. Somente após alguns dias da última dose é que saídas poederão acontecer de forma segura para seu bebê. Outra dica importante para o primeiro banho do filhote é que ele seja dado em casa, no chuveiro quente com água temperada e no colo, para evitar traumas. O primeiro banho do filhote deve acontecer em um momento tranquilo com uma energia positiva para que ele associe banhos como um momento agradável e feliz. Se você submeter seu filhote a um banho em pet shop ele pode desenvolver medos que provavelmente não serão simples de remediar.

A morfologia dos cães é muito diferentes da nossa, portanto, o pH da pele dos cachorros pode ser definido como sendo muito próximo de neutro. Por isso você não deverá usar em seu cachorro o mesmo shampoo que usa para você, que tem um pH de pele mais ácido e é muito diferente do cachorro. Cães que utilizam shampoos para pessoas podem apresentar irritação de pele e coceira. Portanto procure utilizar em seu cachorro um shampoo para cães, de preferência neutro e com menos perfume possível, ou um shampoo para bebês. Cachorros tem um olfato muito aguçado e não é incomum após o banho rolarem na terra tentando se livrar do cheiro forte.

 De quanto em quanto tempo posso dar banho no meu cachorro? 


 Não é indicado que você dê banho em seu cachorro mais que uma vez por mês e não existe necessidade de utilizar condicionador. Caso seu cachorro esteja muito sujo, dê uma primeira lavada com um sabonete neutro, enxague bem para remover o produto e lave novamente com o shampoo.


Leia este artigo completo no Blog do Cachorro

De quanto em quanto tempo posso dar banho em meu cachorro 


Saiba + sobre os cães

Saúde canina

Raças caninas

Filhotes de cães

Nomes de cães

Saiba + Sobre Gatos

Tudo Sobre Gatos


terça-feira, 14 de outubro de 2014

Dermatite por labedura

Postado por Amanda Vettori em , , | @mundodadinda

Você sabe o que é dermatite por lambedura?



Dermatite por lambedura é uma doença de pele que acomete os cachorros e tem origem psicológica. A dermatite por lambedura pode ser muito persistente e recorrente por isso o tratamento pode ser demorado. Também conhecida como dermatite psicogênica ou granuloma de lambedura.dermatite por lambedura tem um aspecto grosseiro e pode vir a apresentar ulcerações na pele. Geralmente é localizada próximo aos punhos, tornozelos e entre os dedos das patas, mas isso não é uma regra. Afeta principalmente cães de grande porte como São Bernardo, KuvaszRottweilerGolden RetrieverDogue Alemão entre outros. Mas os cães de pequeno e médio porte não estão livres de apresentar a doença. Ocorre em qualquer idade e pode afetar tanto cães machos quanto fêmeas. Assim como nós podemos desenvolver algumas doenças psicológicas devido ao estresse, desenvolvemos medos, tiques, os nossos fiéis companheiros também não ficam livres disto, o mesmo estresse que nos leva há uma série de dificuldades os leva também, a solidão, estresse de mudanças seja do ambiente ou da rotina, o tédio e a monotonia podem levar o seu cachorro a desenvolver uma dermatite por lambedura.

 

Veja o artigo completo no Blog do Cachorro

Dermatite por lambedura
 

Saiba + sobre os cães

 

domingo, 12 de outubro de 2014

Cachorro dormir na cama, pode?

Postado por Amanda Vettori em , , | @mundodadinda

Será que você deve deixar seu cão dormir na sua cama?


É muito complicado para a maioria dos proprietários de primeira viagem, decidir se deverá ou não dividir sua cama com sua pequena bolinha de pelos. Não existe uma resposta definitiva para este enigma. É basicamente uma questão de escolha, e esta escolha, uma vez sido feita, deverá ser para toda a vida, pois é complicado desacostumar um cachorro que dormia na cama com você desde o primeiro momento a não dormir mais. Alguns especialistas em comportamento canino, sugerem que cães que desfrutem da regalia de dormir em nossas camas, estão mais predispostos a confundirem sua posição na hierarquia familiar, tornando-se cachorros “mal educados”.



Quais regras podem ser colocadas à um cachorro que tem a permissão de dormir na cama com você? 


O Cachorro precisa ter um bom comportamento na cama! No caso de cães adolescentes, adultos ou idosos que sejam bem comportados, dormir junto com você na cama pode ser uma concessão caso você queira, mas para que seu cão não confunda as coisas e aja de forma equivocada, nunca permita que ele faça de seu espaço o que ele desejar, como cavar os lençóis ou mastigar os travesseiros. Quando seu cachorro desrespeitar as regras, deixe claro que ele perde o direito de deitar-se com você em sua cama, afinal este é o seu espaço e quem manda é você! Se você acabou de adquirir um cachorro e ele já for grandinho, aguarde algumas semanas antes de começar a permitir que ele suba em sua cama, mesmo que ele pareça bem comportado. Quando um cão vivencia uma experiência nova, necessita de algum tempo para se adaptar ao novo ambiente. É importante que vocês dois criem um relacionamento antes que você comece a permitir que ele tenha regalias como subir em sua cama. É importante para o cachorro que dorme na cama com você, que ele compreenda bem e respeite o “comando desce” Até cães bonzinhos, precisam saber respeitar você, como já falei anteriormente, sua cama é seu território e você é quem estipula as regras. Seu cãozinho precisa responder de forma positiva a todos seus comandos e um dos mais importantes em se tratando de um cachorro que tem a permissão de ficar em sua cama é o comando desce. Existem momentos em que você precisa que seu cachorro não esteja na cama com você e estes momentos apenas você poderá determiná-los. Para isso seu cão necessita compreender e responder prontamente ao comando que você estipular. Para ensinar seu cachorro, uma dica é estender o braço, apontando para o chão, seguido do comando “desce”. Como em todo treinamento com reforço positivo, você no início poderá treiná-lo com algum petisco e depois de algum tempo, quando ele fixar o comando estará respondendo sem necessitar de recompensas.

Leia este artigo na íntegra no Blog do Cachorro